segunda-feira, 28 de agosto de 2017

É mais fácil arranjar emprego do que casa para alugar no Porto. Juro!

Atão! Por aqui continua a saga de tentar alugar casa. Agora já não estou sozinha nesta demanda, que parece ser mais difícil do que as cruzadas dos tugas quando andavam a expulsar índios de continentes alheios.
Como alugar um T0 ou T1 a preços decentes, sem ser um palheiro com meia cama, se revelou totalmente impossível, eu e uma amiga decidimos começar a procurar T2 mobilados para dividir.
E se antes só me apareciam T2 porreiros, agora parece que desapareceram! É sempre assim, não é?
Quando uma pessoa não precisa de roupa para cerimónias vê montes de coisas giras. Mas quando chega a altura de comprar uma trapinho para um casório, já sabe que não encontra nada de jeito.
É a lei da vida. Pelo menos da minha.

Então, nesta minha senda, tenho visitado os mais horrendos apartamentos a preços exorbitantes, pelo menos para as condições que oferecem. Se forem espetaculares e numa zona porreira, então o preço dispara.

Um dia destes vi um T3 (Efetivamente é um t2+1, mas eu perdoo, porque o terceiro quarto não me faz diferença) que aparenta ser porreirinho (as fotos enganam tanto...) , numa zona que não é má de todo, a 500 euros. Toca de enviar email ao senhor que está a alugar e, no entretanto, recebo a resposta:


Olhai a minha bida!!! Então mas agora tenho de enviar CV e falar da minha vida pessoal, para ser a feliz contemplada com a possibilidade de ver a porra de um apartamento para arrendar???
Como se já não bastasse todas as merdices que pedem para o contrato de aluguer, pior que os bancos para fazer um empréstimo! De caminho tenho também de mandar foto de rosto e corpo inteiro, levar a malta a jantar e apresentá-los à família. A ver se me alugam alguma coisinha.

12 comentários:

  1. Passei pelo mesmo drama.
    No processo de selecção pela imobiliária tivemos que enviar três últimos recibos de vencimento...
    Arrendar casa no Porto (e arredores) não anda fácil.

    ResponderEliminar
  2. Foto de corpo, medidas e o boletim de vacinas! :)
    (Eu acho que o processo de procurar casa a coisa mais deprimente por que passei... Em Viena não é melhor.)

    ResponderEliminar
  3. Imóveis arrendam-se. Móveis alugam-se.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E se eu quiser alugar um imóvel?? :)

      Eliminar
    2. E se quiser aprender as regras do bom português?? :)

      Eliminar
    3. E se eu souber as regras do bom português, mas não as quiser usar? :) Sou uma selvagem da gramática! lol

      Eliminar
    4. É lá consigo, pois claro. Eu só deixei ali as regras, o uso que faz delas é assunto seu! lol

      Eliminar
    5. Estava a brincar! Eu conheço a regra, mas o hábito de usar o "alugar" para tudo é tão grande, que o "arrenda-se" se tornou numa palavra que me soa estranha.

      Eliminar
    6. Verdade. Eu também uso "alugar" quase todas as vezes. Mal, claro.

      Eliminar
    7. Eu sou como o anónimo e emendo sempre esse erro, principalmente com pessoas mais próximas, para não correr o risco de ser mal interpretada e com a mania que sei mais com os outros. eheh

      Eliminar
  4. Curioso... Eu por acaso acho que era muito util fazer-se essa avaliação mais pessoal sempre. Aliás em Portugal só se preocupam com os recibos de vencimento e e IRS e eu acho que saber um pouco mais acerca da pessoas a quem se arrenda a casa tinha muito mais interesse :) A pessoa pode ganhar muito bem e ser uma besta que vai deixar a casa em fanicos!
    Mas pronto, acho que a coisa assim por escrito soa um bocadinho estranha.

    ResponderEliminar