terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Quando existem falhas de comunicação com o cabeleireiro... Já se sabe que dá caquinha!

Uma pessoa vai ao cabeleireiro do costume, em quem confia plenamente e pede determinado corte. A criatura entende mal e faz o corte um bocadinho diferente do que a pessoa estava à espera. Pessoa fica com ar de quem não está muito contente, mas cabeleireiro e restantes clientes dizem que sim, que está muito bem. 
Pessoa vem embora com a sensação de que vai chegar a casa e dar umas tesouradas naquilo, a ver se fica melhor. Cabelo começa a perder o volume do penteado do cabeleireiro e pessoa até pensa que aquilo é capaz de não ter ficado assim tão mal.
Pessoa lava e seca o cabelo. Olha para o espelho. Tenta pentear. E decide que no próximo fim de semana vai cortar outra vez, a ver se esta valente merda fica um bocadinho disfarçada!

É só cabelo Lois... Ele vai crescer... Ele vai crescer... Ele vai crescer...

Até lá, acho que vou andar sempre de gorro.


4 comentários:

  1. Por isso é que há anos (10?) é que ando com o mesmo corte de cabelo. A verdade é que que o meu cabelo, sendo encaracolado, não permite grandes aventuras, especialmente tendo em consideração que sou preguiçosa de mais para andar a esticar o cabelo todos os dias. Mas a verdade é que às vezes gostava de lhe dar um corte grande, para ficar mais leve...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu cabelo é uma mistura estranha. Com espuma encaracola, seco ao natural fica tipo juba e com o secador fica mais ou menos. Quase toda a minha vida o seu comprido, por ter dificuldades em domá-lo. E pensava que se o cortasse ia ser ainda pior. Mas estava muito enganada! Desde que o cortei que nunca mais fui capaz de o deixar crescer, precisamente por achar que fico com um ar muito pesado. Agora anda sempre pela zona do ombro, raramente abaixo dele. Foi a melhor coisa que fiz! Claro que, de vez em quando, corre mal. Mas daqui a nada dá para remediar! :) O segredo é encontrares uma pessoa que te faça um bom corte para o cabelo encaracolar bem e perder volume.

      Eliminar
  2. tenho o cabelo muito comprido e a começar a perder a forma. queria arriscar um corte diferente. é pá, mas confesso que me assustam muito asneiras que metam tesouras e o meu cabelo e, na cidade onde vivo actualmente, ainda não consegui encontrar nenhum cabeleireiro que me faça um corte decente sem me levar parte do orçamento doméstico.
    eu sou daquelas que, até há alguns anos, chorava com maus cortes de cabelo, em casa claro, porque no cabeleireiro fazia um sorriso amarelo e corria de lá para fora o mais rápido possível. hoje em dia mentalizo-me que ele cresce (e o meu com uma rapidez brutal). gorros também ajudam muito :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se ele cresce depressa, arrisca! Eu adoro cortes médios! Bobs direitos, assimétricos, com ou sem franja. Acho que fica tãooo bem!

      Eliminar