sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Lois Lane: Guru da moda desde mil nove e coiso. Sem Saber.

Descobri que sou praticamente um ícone da moda. Tenho andado estes anos todos a lançar tendências, sem dar por ela. Eu gosto de uma coisa e pimba! No ano seguinte não se vê mais nada nas montras! Está visto que me devia mudar aqui o estaminé para um fashion blog. Ou não.

Ora reparem nas coisas que, nos últimos dois ou três anos, me vi realmente grega para conseguir comprar e que, entre o Inverno do ano passado e este Outono, surgiram por aí aos pontapés: 

  • Roupa e calçado em azul marinho e bordeaux;
  • Botins rasos pelo tornozelo com pontilhado estilo Oxford, em camurça e verniz. Em azul marinho. (Este ano é só do que se vê. Em todas as cores e feitios. Já nem gosto tanto dos meus... Mentira. Gosto na mesma porque, ainda assim, conseguem ser diferentes.);
  • Capas;
  • Camisas de flanela com xadrez; 
  • Calções de fazenda (por acaso ainda não se vêm tanto quanto isso, porque continuo à procura dos que realmente gosto e não encontro grande coisa. Por isso, podem apostar que no próximo ano vão estar em grande.).
Diz que, para este Inverno, o que eu queria mesmo, eram umas botas simples, estilo motard, com o cano mais largo, ligeiramente abaixo do meio da perna, para meter as calças por dentro e usar com leggings e mini saias. E cadê elas? Pois. Nas lojas, nada. 
Valeu-me a amiga La Redoute, onde encontrei exactamente o que queria. E a metade do preço! Estava com algum receio de não acertar no número ou de ficar desiludida, que isto de comprar online é sempre um risco. Mas chegaram hoje e adoro!

Não são lindas de morrer??

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

FM: Bom dia meu anjo!
Lois: Bom dia meu amor!
FM: Já dormiste tudo?
Lois: Já. Estou a ganhar coragem para vestir o pijama e ir à padaria.
FM: Vais de pijama à padaria???
...
Eu podia ser uma pessoa normal, mas provavelmente não tinha a mesma piada.
Ando a tentar pôr o sono em dia. O problema é que passo a noite toda a sonhar.
Grande parte desta noite foi passada a fugir de um gajo meio chinoca, de cabelo e bigode compridos (muito parecido com um concorrente do Masterchef) que tinha sido contratado para me matar e cujo último nome era  Heterossexual.
Go figure...

sábado, 24 de outubro de 2015

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Momento lamechas totalmente novo para mim

A minha mana do coração está grávida da minha afilhada! Hoje fui com ela à consulta e assisti à ecografia. E vi aquelas bochechas mais fofas, o narizinho perfeito igual ao da irmã e a boquinha a fazer beicinho!
Coisa mais linda da madrinha! Daqui a umas semanas já a tenho no colo. :)

domingo, 18 de outubro de 2015

Vamos lá arrebitar!

Assim de repente, marquei uma viagem. Afinal, para já estou de férias. Como diz o outro: sa foda!

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Foda-se.

E pronto. A minha vida descambou. Fui apanhada no plano de reestruturação da empresa e entrei na lista dos despedimentos. Extinção de posto de trabalho. Eu e o meu colega, que até já estávamos no quadro. E mais uns quantos do mesmo projeto, mas de outras áreas. 

Foda-se.

Trabalhar numa empresa internacional gigante tinha muitas vantagens. Até decidirem que tinham de cortar urgentemente nas despesas e começarem a despedir a torto e a direito. Depois de terem contratado gente até mais não.

Foda-se.

E assim termina o melhor emprego que tive até hoje. Agora é ir ao Centro de Emprego, pela primeiro vez na minha vida, e voltar a enviar currículos. E rezar para encontrar outro trabalho o mais rapidamente possível. De preferência que não seja muito pior que este. 

Foda-se. 

Apesar de saber que isto podia acontecer, não estava preparada para receber a notícia assim. E muito menos para deixar tudo no mesmo dia. Tenho de gozar as férias até ao final do contrato, por isso não volto lá. Hoje de manhã fui trabalhar, contente da vida, para regressar com uma enorme tristeza por tudo o que acabei de deixar para trás.  

Foda-se. Foda-se. Foda-se. 

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

???

Estão a ver aquela altura da nossa vida em que não temos certeza de porra nenhuma?
É nesse estado de gigante dúvida existencial que me encontro. 

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Modernices de gaja

Como se não bastasse ter de levar com um partido para pessoas, animais e natureza (atirem-me pedras à vontade. Sim, que eu gosto de animais, mas tanta porra de pró-bichos-que-fazem-tudo-e-mais-alguma-coisa-por-eles-e-que-se-fodam-os-humanos-que-podem-perfeitamente-comer-relva já começa a meter nojo) os senhores ainda querem que o mulherio passe a usar o copo menstrual. 

E, minhas amigas, das duas uma: ou eu sou muito ignorante e retrógrada, porque não estou mesmo a ver-me com aquela coisa enfiada no pipi, ou o gajo do PAN perdeu o juízo. 

Primeira questão: quantas mulheres realmente sabem o que é um copo mentrual? Que eu saiba essa bodega nem se vende no supermercado. Pois bem, é isto:






Se vocês forem totós como eu, vão ficar a olhar para esta porra, como eu fiquei da primeira vez que ouvi falar nisto (e não, o senhor do PAN não me deu novidade nenhuma) vão pensar: Como é que é suposto usar essa porra e não fazer uma grande porcaria quando o for tirar? 
Pois que não sei. Ao que parece pode fazer alguma bagunça retirar o dito cujo. Mais que não seja, porque o sangue não é absorvido, mas sim armazenado. E só de pensar nisso já estou outra vez a fazer cara feia.

Há países em que imensas mulheres usam e muitas dizem maravilhas do copo. A verdade é que nunca experimentei, por isso não tenho voto na matéria. Mas já usei como contraceptivo o anel vaginal, apenas durante um mês, já que acabou por se revelar desconfortável, não o anel em si, que mal se sentia, mas a sensação, de cada vez que ia à casa de banho, que o bicho ia cair por ali abaixo e parar na sanita. 
Só consigo imaginar o raio do copo a ter o mesmo destino. 
Portanto, para já, fico-me mesmo pelos pensos e tampões, que sou uma gaja tradicional. 
Se já alguém tiver experimentado e quiser partilhar a experiência, o mulherio agradece. Se calhar o homem descobriu a pólvora e eu estou aqui a escrever mal dele. 

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

É desta que o Outono fica?

Já posso ir buscar os collants azul marinho e bordeaux? Posso arrumar as sandálias de vez? Posso começar a sonhar com casacos de fazenda? E finalmente usar as 2 camisolas, uma blusa e uma saia de Outono que tenho guardadas ainda com etiqueta? E comer castanhas assadas? Ah pois é, já comi. E estavam bem boas!