sexta-feira, 26 de junho de 2015

Como diz o outro: Vale a pena pensar nisto.

Há uns tempos falei aqui de uma epifania que tive em relação ao viver e aproveitar a vida, antes que a puta de uma doença nos apareça e nos leve de repente. 

Hoje encontrei este vídeo na net. É do mais lamechas que há e confesso que só não chorei porque estava a trabalhar e eu tenho uma reputação a manter. Mas a verdade é que nos deixa a pensar sobre as prioridades que estabelecemos para a nossa vida e de como, perante uma situação súbita de morte ou doença, quase tudo o que achamos ser importante se torna, afinal, relativo e acessório. 
Ora espreitem:


1 comentário: