sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Acho que vou emigrar para Singapura!*

Pela segunda vez esta semana sentei-me no metro mesmo em frente a uma fulana que masca pastilha elástica de boca aberta. Aliás, aberta não. Escancarada. Juro que não sei como é que a mulher não desloca o maxilar, de tanto abrir e fechar. Qual é o problema das pessoas em 'comer a chicla' de boca fechada? Evitavam de certeza muitos ataques de nervos a quem tem de levar com aquele barulho mega irritante. 
No meio da agitação do metro eu conseguia ouvi-la: nhac, nchac, nhac. Hoje meti logo os phones para não me passar. A minha vontade era mesmo virar-me pra gaja e perguntar se tem alguma coisa contra mascar a pastilha de boca fechada.
E depois, quem é já vai de chiclet na boca às nova da matina pá?

*Para quem não sabe, Singapura é conhecida como a cidade onde é proibido mascar pastilha elástica. Há quem diga que não é bem assim, que se pode, mas tem de se comprar no país do lado, porque lá a venda é mesmo proibida. Multas para quem as atira ao chão também me parecem muito bem. 

2 comentários:

  1. Ai que nojoooooo! :) Estou completamente solidária contigo. Eu sou aquela pessoa que acha que a pastilha elástica é a coisa mais nojenta à face da terra. Mas não te mudes para Singapura por causa disso ;) eu já lá estive e desse mal não se sofre, mas sofre-se de outros (uma conhecida pagou uma multa de 300 dólares por estar a beber água(!) no metro!!! - É proibido comer e beber nos transportes públicos).

    ResponderEliminar