quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Filmes muito bons e um livro muito mau!

Consegui ver, nas últimas duas ou três semanas, os dois melhores filmes a que assisti o ano todo: Gone Girl (argumento para lá de fantástico de um  dos meus realizadores favoritos. Interpretação brutal da Rosamund Pike) e Nightcrawler (Argumento bom e interpretação mais do que brutal do Jake Gyllenhaal). Curiosamente, ambos têm um ar de psicopata que é uma coisa assustadora. No caso do segundo, é mesmo o actor que segura a história, de tão bem que está na personagem. 

Ontem fui ver Hunger Games. Foi assim meio que fraquinho. Imagino que, para quem não sabe como acaba a história, deve ser bastante frustrante ficar ali assim a meio da coisa. 

Entretanto estou, pela primeira vez na minha vida, prestes a deixar a meio um livro, de tão mau que é. Só de pensar que estive com ele na mão para o comprar. A sorte é que acabaram por mo emprestar, senão seria um grande desperdício de dinheiro. 1Q87, do Murakami: a maior desilusão literária da minha vida. Odeio! Odeio a história, a forma como ele a conta, as palavras de usa, a maneira forçada como algumas coisas acontecem. Um horror! Já me falaram muito bem do livro e do senhor, mas não consigo. É mau demais. Chega ao ponto de me irritar a sério e dou comigo a fazer caretas para o livro quando encontro algumas coisas mesmo mal escritas. Apetece-me bater no homem!

4 comentários:

  1. Relativamente ao Hunger Games, detestei este último filme, confesso. Muito decepcionante.

    ResponderEliminar
  2. o Murakami, poderá ser da tradução?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que a tradução não ajuda, já que encontrei algumas falhas. Mas, mesmo assim, acho demasiado forçada a forma como ele faz correr a história.

      Eliminar
    2. Se te ajudar também detesto Murakami.

      Eliminar