terça-feira, 20 de maio de 2014

Metro do Porto: fonte inesgotável de post's!

Hoje, em três minutos, tive especial vontade de bater em três pessoas. Bem, em duas e meia.
Vinha no metro, descansada da vida, de pé, encostada naquela entrada para a cabine do maquinista (motorista???) a ler o meu Henry. Entra uma mulher com a filha, de 4 ou 5 anos. Apesar da mãe lhe dizer para estar quieta, que iam sair na paragem seguinte, a catraia não descansou enquanto não se meteu atrás de mim, sentada no chão. O metro pára, e a mãe a chamar para saírem. Agarra-a por um braço e a miúda, além de se mandar contra a parte de trás dos meus joelhos, deu-me alto pontapé no pé (isto não soa bem) mesmo em cheio no dedo mindinho (que por sinal ainda está dorido dos 16 kms de anteontem). Até vi estrelas. Só me apeteceu esticar-lhe um remo! Uma senhora que ia ao lado até olhou pra mim com cara de pena e encolheu os ombros com um sorriso solidário que dizia: "Deves ter tido vontade de lhe dar duas chapadas". 

Nisto, entra o casal de namorados mais horroroso de todos os tempos. Não os conheço de lado nenhum, mas esta cidade é um bidé e já tive o azar de partilhar o mesmo metro quadrado com eles, mais do que uma vez. São tão parvos, tão parvos, mas tãoooooo parvos, que só apetece corrê-los à chapada. 

5 comentários:

  1. Adorei essa da 'cidade é um bidé' :D

    ResponderEliminar
  2. Não se fazem posts com piada deste tipo para uma pessoa ler enquanto está a beber água... Já me cuspi todo por tua causa! :D

    (Eu sei... A culpa é minha, que visualizei tudo enquanto ia lendo!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Visualizar é bom! Quer que dizer que consegui o efeito desejado! :D

      Eliminar