terça-feira, 4 de março de 2014

Ensaio sobre a gelatina

Acabei de fazer gelatina de ananás. Há muito tempo que não escolhia este sabor. Assim que deitei a água quente no pó e me chegou ao nariz aquele cheirinho, viajei automaticamente para os tempos de catraia. Lembrei-me de quando a minha mãe fazia gelatina e eu, depois, andava, de meia em meia hora, a abrir o frigorífico e a enfiar o dedo na taça, para ver se já estava solidificada. Não tinha grande paciência para esperar até ao dia seguinte para a poder comer.
Hoje em dia continuo a não ter grande paciência para muitas coisas na minha vida. No entanto, para outras, acho que me tornei demasiado paciente. Se calhar devia fazer como quando era pequena, e "enfiar o dedo" mais vezes, a ver se as coisas mudam mais depressa.

8 comentários:

  1. Silent Tradutor:
    Ela quer ser mãe... Mas ainda não percebeu que tem que enfiar outra coisa que não o dedo para isso...

    ResponderEliminar
  2. Estás a fazer confusão. A T quer ser mãe! A TUA namorada! Não eu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já ando a levar com baby-blogs e tudo... Tou fdido!

      Eliminar
    2. Ahahah! Ainda bem que admites!
      Pff! Vou comer sushi à pala!! ahahaha!

      Eliminar
    3. O teor da aposta não era esse...

      Eliminar
    4. Acho que se deve fazer uma aposta nova! Mas como já se sabe que vais perder, deixa de ter piada...

      Eliminar
  3. As melhores são as minha avó. Truque: pôr pouca água!

    ResponderEliminar