quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Continuo a querer a minha mãe!

Tirando o pânico, nunca estive tão ansiosa por fazer uma endoscopia, como agora. É amanhã. Bolas.
Mas tem mesmo de ser, visto que ontem tive mais uma crise. Ao almoço deram-me filetes de sardinhas. Ou seja, fritos. Teoricamente eu não devia comer. Já tinha avisado. Mas aquela gente tem caca no lugar do cérebro e nunca se lembra. E eu também devo ter, caso contrário, não teria comido. Mas comi. Um filete e meio. Resultado? Tarde toda mal disposta, noite mal disposta, vomitar, diarreia, desespero até às quatro e meia da manhã.
Cá estou agora, com duas fatias de pão no papo, a rezar para que lá se mantenham sossegadas e que depois sigam o seu percurso natural, para que eu não tenha de as vomitar também.
Posto isto, só posso estar ansiosa por fazer a porra da endoscopia e descobrir que raio se passa para andar neste estado. Não quero estar condenada a comer arroz branco e peixe cozido o resto da vida...

5 comentários:

  1. Não quero ser alarmista ou alvitrar diagnósticos, mas isso assemelha-se aos sintomas da Doença de Krohn que uma amiga minha tem.

    ResponderEliminar
  2. Já fiz essa coisa. Ensinaram-me um truque para respirar melhor enquanto tens o tubo. Esquece o tentar respirar pelo nariz, MORDE a borrachinha que te dão para a boca (tipo chucha), e respira pela boca mesmo. Funciona! Felizmente é rápido.

    ResponderEliminar
  3. Espero que seja só uma gastroenterite e que uns diazinhos de dieta isso se resolva :)

    ResponderEliminar
  4. Só tens que respirar com calma. Fiz duas sem sedação e estou pronta para as que mais vierem...

    ResponderEliminar