quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Do you need a hand???

Acabei de ir a uma mercearia onde nunca tinha entrado.
O senhor da caixa tem uma deficiência na mão...
Eu tenho a triste sina de me lembrar de situações ridículas que me dão vontade de rir...

E do que é que eu me lembrei????
Disto!


Já sei que vou pro Inferno....

Duodécimos o rai que os parta!

Parece que se fez luz na cabeça oca dos patrões.
Chegaram à brilhante conclusão de que não nos podem obrigar a receber os subsídios por duodécimos!

Foi preciso que todos os funcionários desatassem a reencaminhar as declarações com conhecimento à administração e que a responsável dos RH lhes abrisse os olhos quase à força, mas o importante é que a coisa está resolvida!

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Enrabadela patronal

Ora dizei-me lá se sou a única cuja entidade patronal está a tentar enrabar lixar fortemente com a história dos duodécimos!

Mal soube que o PR tinha promulgado a puta porcaria da lei, fiz uma declaração a dizer que queria continuar a receber os subsídios como sempre recebi até aqui, blá blá, como mandava o figurino.

Venho hoje a saber, por fonte não oficial (a responsável dos RH é uma pessoa à maneira e vai-nos mantendo a par das novidades) que nos vão pagar o subsídio de Natal TODO, inteirinho, em duodécimos! Já que o de férias não pode entrar na festa, uma vez que nem a porra da lei souberam fazer em condições, vai de nos pagar o de Natal todo às prestações! Contra a vontade dos trabalhadores!
Mas que raio! Afinal eu vivo numa Democracia e trabalho numa ditadura???

Já para não falar na redução salarial que vou sofrer, fruto da implementação das novas taxas de IRS e que, por sinal, não me deveriam ser aplicadas, já que do meu contrato de trabalho consta o meu salário líquido e não bruto! Assim como de grande parte dos funcionários. Ou seja, a empresa seria obrigada a suportar as diferenças salariais em vez de me tirarem agora o que me foi prometido.

Posto tudo isto, andamos já num alvoroço, à espera que alguém se digne vir ter connosco e dizer o que pretendem fazer. Mas nãooooo! A patroa não tem tomatinhos, é o que é! Até lá, vamos ter de nos fingir de mortos e aguardar pacientemente pela chegada do ordenado para depois sermos nós a ir falar com ela e pedir explicações.

Ca nervos!
Se quereis ler um calhamaço escrito por um russo e que puxe pela vossa cabecinha com questão filosóficas e existencialistas, agarrai no 'Crime e Castigo'.

"Datado de 1866, este é o primeiro dos grandes romances que Dostoiévski escreveu já em plena maturidade literária, sendo, provavelmente, a mais bem conhecida de todas as suas obras. Recriando um estranho e doloroso mundo em torno da figura do estudante Raskólnikov, perturbado pelas privações e duras condições de vida, é uma das obras por excelência fundadoras da modernidade. Pelo inexcedível alcance e profundidade psicológica, sobretudo no que implica a exploração das motivações não conscientes e a aparente irracionalidade nos comportamentos das personagens, este autor russo tornou-se uma referência universal na literatura, sem perda de continuidade até aos nossos dias."


Tem tantas páginas que, garanto, quando acabarem de o ler, já ninguém se vai lembrar da Karenina e, aí sim, já podeis ler Tolstói à vontade!

Sem dúvida, um dos melhores livros de todos os tempos. 

A Vida de Pi

Se não viram ainda 'A Vida de Pi', correi para o cinema, porque de facto vale a pena.
Bonito... Ando a fazer rimas logo de manhã!

Não é só um filme sobre o fantástico, com imagens lindas de morrer, como as noites no meio de um oceano.

Ide! Ide ver!


terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Se a semana já tinha começado bem...

Hoje acordei com uma dor de costas daquelas que nos fazem ranger os dentes e dizer muitas asneiras.
Tomei o pequeno-almoço e fui logo procurar droga da boa para tomar. O Voltaren estava fora da validade... Mas achei uma caixa de Clonix, que o dentista me tinha receitado quando tirei aquele siso manhoso.
Tomei um et voilá!
Estou aqui com uma moca de todo o tamanho!!! Mas sem dores! 

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Logo de manhã...

Deixei uma laranja morrer atropelada e abandonei quatro tangerinas na rua...

Depois de ter deixado cair o saco da fruta, elas foram a rolar passeio abaixo! A laranja teve logo um fim trágico, com uma carrinha a passar-lhe por cima. 

Ainda pensei: Vou atrás delas. Mas o mais provável era acabar por cair e fazer uma figura ainda mais triste. 

Assim se começou a semana por estes lados. 

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Deus me livre!

... De, depois dos 60, sair à rua em figurinhas como a que vi ontem e hoje!
Juro que primeiro pensei tratar-se de uma prostituta... Até que depois vi a senhora com pilhas de documentos na mão! :s

Suponho que não fossem os processos dos clientes! eheheh

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Domingo de gajas!

Falando de coisas doces!

O Domingo passado foi dedicado às amigas! Reunião no Guarany, na Avenida dos Aliados, e tarde de conversa! E de calorias...
Contámos as novidades, rimos muitos, ouvimos um moço muito giro tocar piano, bebemos um chocolate quente maravilhoso, vimos as pessoas a passar na rua... Foi muito bom!
Decidimos que vamos começar a Rota do Chocolate Quente! E agora estão vocês a pensar que já leram isto nalgum lado... Sim, leram! :)


Olhai que maravilha!!! Se tem bom aspecto, garanto que soube melhor! O próximo a ser testado é o da Arcádia! Dizem que é qualquer coisa!

No final da tarde, uma das amigas teve de regressar à terra dela, mas eu e a outra ainda fomos ao cinema! Vimos o Guia Para Ser Feliz (acompanhado da bela da pipoca. Já disse que as pipocas do Arrábida são as melhores do mundo???), que por sinal surpreendeu pela positiva. Pensei que era mais uma típica comédia romântica, mas saiu um drama bem compostinho.

Depois do filme, foi correr para casa para assistir ao último episódio da Gabriela! Que foi assim... murchito. Bah! 

Um Domingo mesmo de gaja!!!

Programas destes fazem bem! À alma, porque ao corpo nem por isso! :D

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Ainda não é desta...

Sabeis que mais? Hoje fui à clínica dentária receber o orçamento que os queridos fizeram para pôr a minha dentuça no sítio. Ia tendo uma síncope quando vi o preço!

A dentista tinha-me dito que agora usavam uns aparelhos novos, auto-ligáveis, muito melhores que os outros, com muito melhores resultados e tudo e tudo. Esqueceu-se foi de dizer que não é comparticipado pelo seguro!!! E que custa a módica quantia de 630 euros! Ora eu tenho de colocar na dentuça de cima e na de baixo, estão a ver! 
O aparelho normal, pelo seguro, custa 255 euros. Uma piquena diferença, portanto!
Além disso, não estão a seguir os preços indicados no contrato da seguradora, alegando que a tabela não está correta, ou não foi actualizada. Basicamente, estão a tentar impingir-me o aparelho mais caro que têm, mais uma série de mariquices que totalizam a módica quantia de 2.600 euros. 
E eu, a bem dizer, não estou pra i virada.
Se tivessem explicado, logo de início, que aquele aparelho não era comparticipado, ou se o tivessem colocado no orçamento como alternativa ao outro, eu até podia pensar no assunto. Mas tentar impingi-lo da maneiro que fizeram, deitou por terra toda a credibilidade da clínica.

Pois que agora lá terei de procurar outro dentista... 
Mas há males que vêm por bem. É da maneira que peço uma segunda opinião. Sim, que a história de tirar dentes que estão muito bem no sítio deles, também não me deixou convencida...

domingo, 20 de janeiro de 2013

Deixa lá pensar nalguma coisa pra postar, a ver se a malta se esquece da música da boys band de catraios!!! eheheh

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Lá se vai a reputação...

Sempre me tive como uma gaja de bom gosto musical.
Sou muito ecléctica e ouço um pouco de tudo (vá, tudo tudo não, que há coisas que não têm remédio), desde música clássica ao velhinho grunge. 

Mas agora dei comigo a ouvir uma coisa...
Apanhei a música duas ou três vezes na rádio e gostei. É lamechas como tudo, mas linda de morrer.

Lá me lembrei de ir à net procurar o raio da música...
E quem me saiu?? Uma boys band de catraios!! 

Agora vá, esqueçam quem canta, ouçam a música e digam-me se não é bonita.


domingo, 13 de janeiro de 2013

Leituras

Como sabeis, nos últimos meses tenho-me deslocado para o trabalho de metro. E apesar dos nervos causados por algumas situações (sou uma pessoa muito nervosa, está visto) menos agradáveis, estas viagens, apesar de curtas, têm servido para fazer uma das coisas que mais gosto (não, não é cuscar a vinha alheia!!!!): ler!
Assim, terminei finalmente o 'Pela Estrada Fora', do amigo Kerouac (juro que comecei antes de saber que  estavam a preparar o filme!).  Gostei, mas não amei (caso contrário tinha-o lido bem mais depressa...)

Entretanto, comecei o 'Terra Sonâmbula', do Mia Couto. Para já, parece-me muito bem! Primeiro livro que leio dele, mas promete.

Fazer a 'Colecção Mil Folhas', que o Público lançou há uns anos, foi das melhores ideias que tive! Dezenas dos melhores livros a preço simbólico. Metade já lá vai! :)

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Prioridades...

É por estas e por outras que eu não consigo deixar de ser preconceituosa em relação a determinados estilos de vida / pessoas / ideias...

"Acho que era uma conquista pessoal conseguir comprar uma carteira [preta, clássica, da Chanel] com o meu dinheiro".

"2012 foi um ano muito giro" porque fez "a viagem Dior a Paris"....

Really???

Para quem não está a par do assunto, a explicação aqui

Ter costela de informática é dose...

Uma pessoa calha de ter jeito pros computadores e quando dá por ela é a informática 'desoficial' cá do sítio.

Não há e-mails, chateiam a Lois. Não há internet, chateiam a Lois. É preciso criar contas novas de e-mail, chateiam a Lois. É preciso configurar as novas contas de e-mail, chateiam a Lois. É preciso registar novos domínios, chateiam a Lois. É preciso mudar de empresa de alojamento, chateiam a Lois. A nova empresa, escolhida segundo sugestão informático oficial e com aval da administração, começa a dar problemas nos e-mails, a culpa é da Lois!!!! Apre!

Pra próxima finjo-me de morta...

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

É tudo uma questão de pronúncia!

Sabem colega de trabalho que tenho vontade de atirar ao rio com uma pedra amarrada ao pescoço??

Hoje enviou-me esta pérola!


Diz que viveu na Alemanha... Deve ser uma questão de pronúncia!

Há mais! Muitas mais! Vou começar a coleccioná-las!

First step is taken!

Hoje fui à clínica dentária para a primeira consulta. 
Fiz os raios x, os moldes, tirei dúvidas, larguei 50 euros e vim de lá com um misto de sentimentos.

Por um lado, feliz, porque finalmente dei início ao processo de colocação do aparelho.
Por outro lado, apreensiva, porque vou ter de tirar dentes... Um siso em cima, do qual andava mortinha por me livrar porque só me tem dado trabalho, e um em baixo... Incluso... Ainda não me esqueci das dores que passei quando tirei o outro. Por isso, a vontade de repetir a experiência é nenhuma...
A médica diz que até podia colocar o aparelho com o dente lá. Mas corro sempre o risco de ele se lembrar de querer furar a meio do processo e seria bem pior.
:(
Além disso, para os dentes alinharem totalmente e não ficarem em leque devido à falta de espaço, poderei ter de tirar um dentinho bom... num local demasiado visível para o meu gosto!

E pronto. Estou menos animada do que estava à espera... Bolas....

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Tenho para mim que a mãe do meu ex me fez uma bruxaria qualquer ou me rogou 289 pragas com vista a que eu:

. Nunca mais encontre um gajo decente (que não seja totó);
. Só me apaixone por filhos da mãe (que não são nada totós);
. Quando conheço um gajo decente, não esteja nem aí para ele, porque é totó;
. Quando conheço um gajo decente, que não é totó, ele não esteja nem aí para mim.

Afinal, a senhora comprou-me uns chinelos cor de rosa para eu usar lá em casa. E o que é que eu fiz??? 

Run Lois! Ruuuuuuuun!!!!!